queijo fresco vegetal

Para terminar em beleza e porque os últimos são os primeiros, aqui fica a sugestão para entrada da vossa mesa da Páscoa: um queijo fresco vegetal.
Lembrei-me deste “pequenito” e de como ele é a escolha ideal para abrir a cortina para o resto da refeição. É suave no sabor e na textura, perfeito para espalhar numas fatias de pão tostado no forno ou numas crackers de sementes.
A sua base é de caju, mas podem usar amêndoa que fica igualmente apetitoso.

INGREDIENTES (para 2 queijos pequenos):

– 55 g. de caju cru
– 1/2 c. de chá de sumo de limão
– 1/2 c. de chá de vinagre de sidra
– 1/2 dente de alho
– 1 c. chá de sal
– pitada de pimenta preta
– 15 g. de levedura de cerveja (ou nutricional)
– 2 colheres de sopa de amido de milho
– 45 ml. de óleo de girassol (de preferência sem ser refinado) ou outro óleo de sabor neutro
– 1 chávena de água


PREPARAÇÃO:


– colocar os cajus de molho em água a ferver durante pelo menos 10 minutos.
– quando passarem os 10 minutos, colocar todos os ingredientes dentro de um liquidificador, (também podem utilizar o copo da varinha mágica) e processar até ficar uma mistura homogénea (é natural que haja sempre uma textura granulada por causa do caju).
– verter a mistura para dentro de um tacho e ligar o fogão em lume brando. Mexer sempre.
– Quando a mistura começar a ficar mais espessa, desliguem o lume e coloquem o queijo dentro de uma forma pequena ou um ramequim untando com um pouco de azeite.
– Levem ao frigorifico durante pelo menos 3 horas.
– Retirem do frigorifico, virem a forma/ramequim ao contrário e…tcharam! Feito!

Sirvam com crackers de sementes, pão tostado no forno barrado com azeite e alho (fica só fantástico.), com frutos secos, etc.

dica: antes de colocarem a mistura do queijo na forma ou ramequim, se quiserem, adicionem-lhe grãos de pimenta, frutos secos picados ou ervas aromáticas, mexam e vertam. Fica delicioso. 😉

Deixe uma resposta